Palavras ao vento

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011



"Eu vou inventar um novo amor que ainda não foi descoberto, feito pra não doer, nem adoecer.
Vou fazer paredes coloridas que derretem quando a tristeza chega perto, só pra sair da frente e deixar um vento com som de piano entrar... Vou inventar avós que nunca morrem e cachorros também... Eu vou inventar uma verdade sem problemas e um caminho doce pra poder voltar e catar todos os caramelos que tiraram de mim... E mesmo que tudo dê errado, mesmo assim, não tem problema. Eu deito no telhado de uma casa qualquer, olho pro céu e invento uma nuvem que chove sorrisos, bem em cima de mim."

(Vanessa Leonardi)

7 comentários:

Renata Fagundes disse...

eu acredito nas possibilidades que anulam o impossível...nessa forma colorida que alimentamos.

beeeeijo Tata

Đeh Olliveira ♪ disse...

Lindo e suave ...

Adorei!

Doce beijo.

★★ GIZA ★★ disse...

obrigado flor
beijos

Carla Leão disse...

Que lindo!
Seria ótimo né, ano novo, td novo!!
Um beijo

Dany disse...

Uma nuvem que chove sorrisos! Era tudo que eu precisava! rsrs

Um ótimo final de semana!!

Beijos Mil.

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Se descobrir a fórmula me apresente,Talita. Eu também quero um amor assim... que não doi. Beijos

Lu Barros (Eluza) disse...

tom, sabor e cheiro de carinho...
linda postagem!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...