Palavras ao vento

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

A marca de amor

Um menino tinha uma cicatriz no rosto, os colegas de seu colégio não falavam com ele e nem sentavam ao seu lado, na realidade toda vez que o viam franziam a testa devido à cicatriz ser muito feia.
A turma então se reuniu com o professor e foi sugerido que aquele menino não freqüentasse mais o colégio, o professor levou o caso à diretoria do colégio, está o ouviu e chegou à seguinte conclusão:

Que não poderiam tirar o menino do colégio, e que conversariam com o menino e ele seria o ultimo a entrar em sala de aula, e o primeiro a sair, desta forma nenhum aluno veria o rosto do menino, a não ser que olhassem para trás.
O professor achou magnífica a idéia da diretoria, sabia que os alunos não olhariam mais para trás. Levado ao conhecimento do menino da decisão ele prontamente aceitou a imposição do colégio, com uma condição:
Que ele compareceria na frente dos alunos em sala de aula, para dizer o porquê daquela cicatriz. A turma concordou, o menino entrou em sala dirigiu-se a frente da sala de aula e começou a relatar:


- Sabe turma eu entendo vocês, na realidade esta cicatriz é muito feia, mas foi assim que eu a adquiri... minha mãe era muito pobre e para ajudar na alimentação de casa minha mãe passava roupa para fora, eu tinha por volta de 7 a 8 anos de idade...
A turma estava em silencio atenta a tudo. O menino continuou:
- Além de mim, havia mais três irmãozinhos, um de 4 anos, outro de 2 anos e uma irmãzinha com apenas alguns dias de vida.
Silêncio total na sala.
- Foi aí que não sei como, a nossa casa que era muito simples, feita de madeira começou a pegar fogo, minha mãe correu até o quarto em que estávamos pegou meu irmãozinho de 2 anos no colo, eu e meu outro irmão pelas mãos e nos levou para fora, havia muita fumaça, as paredes que eram de madeira, pegavam fogo e estava muito quente... Minha mãe colocou-me sentado no chão do lado de fora e disse-me para ficar com eles até ela voltar, pois minha mãe tinha que voltar para pegar minha irmãzinha que continuava lá dentro da casa em chamas. Só que quando minha mãe tentou entrar na casa em chamas as pessoas que estavam ali, não deixaram minha mãe buscar minha irmãzinha, eu via minha mãe gritar...
- "Minha filhinha está lá dentro!", vi no rosto de minha mãe o desespero, o horror e ela gritava, mas aquelas pessoas não deixaram minha mãe buscar minha irmãzinha... foi aí que decidi, peguei meu irmão de 2 anos que estava em meu colo e o coloquei no colo do meu irmãozinho de 4 anos e disse-lhe que não saísse dali até eu voltar. Saí de entre as pessoas, sem ser notado e quando perceberam eu já tinha entrado na casa. Havia muita fumaça, estava muito quente, mas eu tinha que pegar minha irmãzinha. Eu sabia o quarto em que ela estava. Quando cheguei lá ela estava enrolada em um lençol e chorava muito... neste momento vi caindo alguma coisa, então me joguei em cima dela para protegê-la, e aquela coisa quente encostou-se em meu rosto...
A turma estava quieta atenta ao menino e envergonhada, então o menino continuou:
- Vocês podem achar esta cicatriz feia, mas tem alguém lá em casa que acha linda e todo dia quando chego em casa, ela, a minha irmãzinha me beija porque sabe que é marca de amor.
Vários alunos choravam, sem saberem o que dizerem ou fazerem, mas o menino foi para o fundo da classe e imovelmente sentou-se.


Para você que leu esta história,  queria dizer que o mundo está cheio de CICATRIZ.        
Não falo da CICATRIZ visível mas das cicatrizes que não se vêem, estamos sempre prontos a abrir cicatrizes nas pessoas, seja com palavras ou nossas ações. Há aproximadamente 2000 anos JESUS CRISTO, adquiriu algumas CICATRIZES em suas mãos, seus pés e sua cabeça. Essas cicatrizes eram nossas, mas Ele, pulou em cima da gente, protegeu-nos e ficou com todas as nossas CICATRIZES.
Essas também são marcas de AMOR. Jesus te ama, não por quem você é, mas sim pelo que você é, e para Jesus você é a pessoa mais importante deste mundo.   

13 comentários:

Sophi (para os intimos) disse...

Chorei...
Você é demais!

DÉYA... disse...

é isso que nos levanta sempre né minha linda...
o amor de DEUS..
um beijo.. e bom feriado...

meus instantes e momentos disse...

bonito e sensivel post. Parabens.
Maurizio

Gigi disse...

Talita, iluminada semana!!
Beijinhos no ♥

SIMPLISMENTE GORIS disse...

AMIGA EU CONHECIA ESSE TEXTO, MAS EXISTEM COISAS QUE QTO MAIS VEMOS MAIS LEMOS DESCOBRIMOS COISAS QUE TOCAM MAIS E MAIS,ELE É LINDO.
OBRIGADA AMIGA POR FAZER PARTE DA MINHA VIDA.
BJUS.

Naty Araújo disse...

Nossa, sério... meus olhos lacrimejaram aqui.
Menina... eu já imaginei, pelo título, que ele teria ficado com a marca por causa de amor, mas não imaginei que pudesse ser tão forte assim.

Que lindo,demais.
Sério.

A irmã será grata eternamente pela ação daquela criança.

Beijos

Luciana disse...

Nossa chorei feito crianca agora.
Sou mole pra essas coisas e naum consigo segurar...
Lindo lindo.
Eh uma bela historia de amor e superacao.

Lis disse...

Essa História é muita linda mesmo, nos faz refletir em tanta coisas né!

Boa semana que é curtinha...bjoss

http://petalasdelis.blogspot.com/

Renata Fagundes disse...

que sejamos imagem e semelhança do amor de Deus.

beijos cintilantes

disse...

Ei menina, que texto lindo!
Na vida sempre estamos sujeitos a deixar cicatrizes nas pessoas. Algumas mais profundas outras que mais parecem arranhões.
Cicatrizes que trazem boas lembrançs e outras nem tantas...
Adorei seu cantinho!

Pelos caminhos da vida. disse...

Calou a classe e seus coleguinhas, já conhecia essa história.

Qtas marcas de amor alguns carregam por esse mundão.

Obrigada pelo carinho que vc tem com meu trabalho em meu blog.

beijooo.

●๋• Lαα̲h disse...

Já conhecia a história, mas a cada vez que nos deparamos frente a ela novamente .. vemos que as marcas externas são as mais julgadas, mesmo quando não sabem os motivos'
Beeeijo'

http://cmc-artes.arteblog.com.br disse...

Linda mensagem... Parabéns pelo seu blog é muito show!!! Bjossssss...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...