Palavras ao vento

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

 
 "Hoje sou apenas uma simples borboleta,
frágil e em mutação, na esperança de voar
sem qualquer limite, sem saber do tempo,
nem do espaço, apenas voar para o infinito"

10 comentários:

Keel Diniz disse...

Borboletas são tão fofos, sensíveis ^^

:*

Lis disse...

Estamos sempre em mudanças!

Bom final de Semana

bjosss

Chris Ribeiro disse...

"Sorte é se abandonar e aceitar essa vaga ideia de paraiso que nos persegue, bonita e breve, como borboletas que só vivem 24 horas." (Cazuza)

Perfeito, trenzim!
Bjo.

Renata Fagundes disse...

voa borboleta
vai colorir o céu com suas asas :)

beijos cintilantes

Márcinha Mendonça disse...

Amada, que tenhas um final de semana repleto de sorrisos largos e dias doces, beijos Meus..

Pelos caminhos da vida. disse...

Voar... voar... voar...

beijooo.

Júlio Castellain disse...

...
Isso,
Voa...

Abraço.
...

DÉYA... disse...

adorei lindinha..
perfeito..

Rosani disse...

Olá! Talita

Como é essencial essa constrante transformação dentro da gente, somos feitos para voar!
Quero agradecer o carinho de sua visita no meu cantinho, e net tem essa magia de encontros de luzes aqui.

bjos

Apaixonada disse...

Teu espaço é lindo demais!!!
Grata pela visita, será sempre bem vinda.

beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...